Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Sao Paulo, Brazil
Sou uma mulher comum, com várias personalidades: mãe, profissional, dona de casa, filha, gente, ser humano. Mas também posso ser mulher, fêmea, vadia, gulosa, safada, sensual, erótica, quente, dominadora, submissa, no cio, literalmente....

sábado, 12 de junho de 2010

Noite fria


Noite fria
estou excitada
em brasa
corpo quente
quero ser caçada
totalmente
dominada
me lambe
me beija
me assanha
me arranha
me pega
de jeito
de quatro
com força
no rabo
segura as ancas
no seu vai e vem
penetra
injeta
dentro de mim
teu pau
entra e sai
rebolo
enlouquecida
me esfolo
me esquente
com teu leite
dói
não para
que eu gosto!

8 comentários:

  1. Bonito y tórrido blog, como tus poemas que son capaces de encender la pasión del más helado de los hombres.

    Me encantó venir a tu mundo y prometo volver a leer tus líneas tan cálidas y sensuales :)

    Mil besitos,

    ResponderExcluir
  2. Que delícia, prazer absoluto!
    Beijos delicinha.
    Amélie.

    ResponderExcluir
  3. MELZINHA, SUA TARADA DE GOSTOSA....

    QUE POST É ESSE!!!

    AQUI ESTAVA UM FRIO...AGORA FICOU UM CALOR!!!

    ME ABANA!!!!

    BEIJOCAS BEM MOLHADAS E MELADAS...

    ResponderExcluir
  4. Oi minha amiga doce...melada...rsrrs
    Vc sempre com essas psitagens que eu amo...
    Parabéns amiga...seu blog está uma delícia...
    Saudades de vc viu...não suma...
    Tenha uma linda noite e uma semana deliciosa...
    Bjs carinhosos...

    ResponderExcluir
  5. Que poetisa essa mulher...apaixonei pelos textos...que tesão ler o que tu escreve mulher...apaixonei...apaixonei...seu novo fã do abc...malicia867@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Mel espero que continuemos amigos e com esse dialogo erotico, para uma noite fria, nada melhor que uma noite . . .

    Noite Mel(ada)

    Noite e você ai fria
    Te pego e esquento
    Será que agüento
    Nada impede o alento
    Quero caçar, alimento
    Para os corpos casamento
    Dominada lambe
    Atiçada arranha
    Entre pernas e braços
    Muitos beijos
    E assim eleito
    Com força e muito jeito
    Você de 4 eu entro
    Neste rabo sou suprimento
    Louca rebola
    Quente transborda
    Teu gozo agora escorre
    E pega efeito
    Tuas ancas é leito
    Nela faço meu liquefeito
    Com dedos no teu peito
    E dentes na nuca, satisfeito
    Dentro de ti leite e dor
    Mas tu gosta, sem preconceito

    Almeida Lucius™
    14/06/2010

    Para a Mel(ada)

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pelos comentários, adoro vcs e tudo o que escrevem.
    Se não comento tanto é por pura falta de tempo gente + acompanho tudo viu?
    Ao meu novo fã (chique!) obrigada por suas palavras gostosas rsss.
    Ao meu poeta: sempre serei tua (o que quer que seja rssss)!
    Bjs doces como mel.

    ResponderExcluir

Derrama teu mel sobre a minha pele escrita entre poros e suor e incendeia meu cantinho com teus comentários...
Sou totalmente dependente da tua libido e inspiração!
Beijos doces com sabor de mel.